CRIMINAL

Defesa, habeas corpus

Surge da necessidade de defender os cidadãos contra os abusos do Estado. Todo Governo é constituído para espelhar as vontades do "povo", utilizando-se para esse fim de três poderes: Legislativo, Judiciário e Executivo. Ou seja, respectivamente: criar as leis sobre os crimes, julgar as pessoas que pratiquem essas condutas, e, como última medida, utilizar a força bruta contra os cidadão que agem em desacordo com as leis. No entanto, essas instituições são formadas por pessoas que podem cometer erros, sendo que a violência estatal injusta é das condutas mais graves que pode um Governo praticar contra um cidadão.
Para se evitar que quem deve proteger os cidadão se volte contra eles de maneira extrema, desmedida, o Direito Penal serve como Garantia de uma atuação justa do Estado.
Alguns intrumentos ou direitos que os advogados utilizam em favor dos que são acusados de cometer crimes: Direito de defesa, Habeas Corpus, penas restritivas de direito (alternativas, prestação de serviços à comunidade), progressão do regime (fechado, semi-aberto, aberto), suspensão da pena, substituição por multa, livramento condicional, medidas de segurança, extinção da pena.

TRABALHISTA

Rescisões, hora extra, FGTS

O trabalho como conhecemos hoje, no sistema econômico Capitalista, tem origem na Revolução Industrial, tendo passado por aperfeiçoamentos e transformações no decorrer do tempo. A possibilidade de produção em grande escala modificou a sociedade, que se converteu de agrária para urbana. Essa produção exigia grandes mercados consumidores e possibilitava grandes lucros, desde que o custo fosse baixo. Esse lucro era obtido em sua maior parte pelo baixo preço que se pagava pela mão de obra (mais-valia), fazendo com que os industriais submetessem os trabalhadores a condições extremamente degradantes. O Direito do Trabalho surge como uma conquista dos trabalhadores, ou, como uma concessão da classe social dominante. É o resultado da contradição, do embate entre os interesses divergentes.
São garantidos direitos como: registro em carteira, férias, descanso semanal remunerado, décimo terceiro salário, limite de jornada de trabalho, segurança no trabalho, seguro-desemprego, salário mínimo, etc.

OUTROS

Previdenciário, empresarial, diligências

Direito Previdenciário  a aposentadoria é direito do trabalhador que contribuiu para a Previdência Social. Além desse benefício em si, é possível requerer auxílio doença (inclusive o devido por acidente de trabalho ou doença do trabalho), pensões, auxílio reclusão, etc.

Direito Comercial  também conhecido como Direito Empresarial, regula o funcionamento das empresas, seu nascimento, seu funcionamento, sua relação com o Estado e sua extinção.

Outros Serviços  Cópias dos autos dos processos e encaminhamento via email; solicitação e retirada de certidões de objeto e pé, no cartório distribuidor cível e criminal; retirada de ofícios e protocolos nos respectivos órgãos; representação em audiências de conciliação, instrução e julgamento nas áreas: cível, juizado especial cível, trabalhista e federal;

FAMÍLIA E SUCESSÕES

União, dissolução, inventário e disputas.

Para que o homem vivesse em sociedade, foi necessário que se criassem regras para que essa convivência superasse a selvageria da lei do mais forte. Os homens tornam-se civilizados, e, em comum acordo, ditam regras sobre: quem pode ser considerado Pessoa; os Bens; os Contratos e seus vícios, suas obrigações, os diferentes tipos (Compra e Venda, Permuta, Doação, Empréstimo, Seguro, Fiança, entre outros); a Responsabilidade Civil e a obrigação de indenizar; as Empresas; os tipos de sociedade (Simples, Limitada, Anônima, etc.); a Posse; a Propriedade; a Hipoteca; o Casamento e o regime de bens; as Sucessões (herança, testamento, inventário);

Pode-se considerar que o Direito Comercial e o Direito do Consumidor possuem relação muito estreita com o Direito Civil, tanto no seu ramo como Ciência quanto no atendimento das necessidades das pessoas.